terça-feira, 2 de novembro de 2010

Hoje, dia de nossa homenagem aos que se foram...

Homenageamos no dia de hoje todos os nossos entes queridos, amigos, miaumigos e aumigos que um dia conhecemos, que ocuparam seu lugar em nossos corações e que hoje se fazem presentes em forma de saudades e lembranças. Abraços fraternos em cada um que aqui chegar hoje,
Toca dos Gatos

Perder alguém querido

Não há palavras para expressá-la.
Não há livro que a descreva.

Por isso,
o melhor jeito
de consolar é falar pouco,
orar junto,
sentir junto e estar presente,
cada um do jeito que sabe.

Palavras não explicam
a morte de alguém querido.

Sabem disso o pai,
a mãe, os filhos, os irmãos,
o namorado e a namorada,
o marido e a mulher,
amigos de verdade.

Quando o outro morre,
parte do mistério da vida
vai com ele.
A parte que fica torna-se
ainda mais intrigante.

Descobrimos a relação
profunda entre a vida e a
morte quando alguém
que era a razão,
ou uma das razões,
de nossa vida vai-se embora.

Para onde?
Para quem?
Está me ouvindo?
A gente vai se ver novo?
Como será o reencontro?

Acabou-se para sempre,
ou ela apenas foi antes?
Por que agora?
Por que desse jeito?

As perguntas insistem
em aparecer e as respostas
não aparecem claras.

Dói, dói, dói e dói...

Então a gente tenta
assimilar o que não se explica.
Cada um do jeito que sabe.

Há o que bebe,
o que fuma, o que grita,
o que abandona tudo,
o que agride,
o que chora silencioso num canto,
o que chama Deus para uma briga,
o que mergulha no fatalismo e o que,
mesmo sem entender ou crer,
aposta na fé.

Um dia nos veremos de novo...
enquanto este dia não chegar,
entes que eu amo sei que
me ouvem e oram por mim,
lá, junto de Deus.

Para eles a vida tem,
agora,
uma outra dimensão.
Alcançou o definitivo.

Quem fica perguntando
e sofrendo somos nós.

Mas como a vida
é um riacho que
logicamente deságua,
a nossa vez também chegará e,
quando isso acontecer,
então não haverá
mais lágrimas.

As que aqui ficaram
chorando terão a sua explicação.

Por enquanto,
fica apenas o mistério.

Alguém que não sabemos
por que nasceu de nós e por
que cresceu em nós,
por que entrou tão de
cheio em nossa vida,
fechou os olhos e foi-se embora.

Quem ama de verdade
não crê que se acabou.

A vida é uma só:
começa aqui no
tempo e continua,
depois,
na ausência de tempo
e de limite.

Alguém a quem amamos
se tornou eterno.
E essa pessoa já sabe
quem e como Deus é.
E também sabe
o porquê de sua partida.

Por isso,
convém falar com ela
e mandar recados a Deus
por meio dela.

Se ela está no céu,
então alguém,
além de Deus,
de Jesus e dos santos,
se importa conosco.

Definitivamente,
não estamos sozinhos,
por mais que doa a solidão
de havê-la perdido.

Mas é apenas por pouco tempo.
Quem amou aqui,
sem dúvida,
se reencontra no infinito...

* * * * *

Pe. Zezinho, scj
Do livro: Orar e pensar como família - Paulinas

9 comentários:

Marília disse...

Que linda homenagem aos querido que se foram. Essa mensagem é muito linda! Agora que eu ali me bateu uma saudade imensa das minhas fofinhas que estão no céu! Deus as abençoe e que elas sejam felizes aonde quer que estejam! Um dia nos encontraremos de novo! Beijos Ana, bom feriado para vocês!

GRAÇA disse...

Muito lindo ...onde estiverem de certeza estão felizes com esta linda homenagen
Muitas turrinhas carinhosas da
Kika

RoxaPimenta disse...

Haa.. muito Lindo !!
Muitas saudades mesmo dos que se foram!!

Deus esta cuidando deles =)

beijao..

Obrigado por fazer parte e por nos visitar sempre!!

Fabiana

Nikita disse...

Que linda mensagem! Saudades sempre dos que partiram. Fiquem com Deus!

Beijos! Néia e Nikita:)aa

Veronica Gregório disse...

Que linda homenagem aos que se foram Ana! Onde quer que estejam, estão bem e felizes com essa homenagem!!
É um dia muito especial mesmo!
Beijos Ana!

Biula disse...

Oi, Ana Clara, boa tarde!

Que bom ler essas palavras do padre Zezinho hoje, obrigada por compartilhar essas reflexões.

O céu está cheio de amigos, de amores, vai ser muito bom rever todo mundo um dia.

Paz, um beijo,

Jussara Machado disse...

Adorei essa homenagem.
Beijos
Jussara

Kitsune e L disse...

Belíssima homenagem. Saudade de parentes queridos que já não estão mais conosco. Saudade do meus miaumigos Johnny e Hana.

Boa semana pra todos da toca.

Pepi disse...

Lindíssima homenagem, Ana
Ficamos muito emocionados
Beijinhos carinhosos
Verena e Bichinhos